Higienização das mãos e sua importância para a saúde

Higienização das mãos e sua importância para a saúde

As infecções relacionadas à assistência à saúde continuam a se apresentar como um grave problema de saúde pública no país e, se você quer ter sucesso ao ingressar nessa área de atuação, é fundamental conhecer, por exemplo, os 5 momentos da lavagem das mãos. Afinal, todo cuidado é pouco ao cuidar dos pacientes.

Não tomar os devidos cuidados pode aumentar a morbidade e mortalidade entre os pacientes, além de elevar os custos hospitalares de cada tratamento. Não à toa, a higienização das mãos é considerada uma medida de maior impacto e com eficácia comprovada na prevenção de infecções e transmissão de microrganismos.

Que tal, então, conhecer os momentos mais importantes de higienizar as mãos e, é claro, os erros mais comuns cometidos na hora da lavagem que podem acabar prejudicando a eficácia do processo? Então, continue a leitura deste artigo para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema. Confira!

Qual a importância de higienizar as mãos?

Estudos mostram que maior adesão às práticas de higienização das mãos está associada à redução nas taxas das infecções em serviços de saúde. Embora a ação seja simples, o não cumprimento desta prática, pelos profissionais de saúde, ainda é considerado um desafio no controle de infecção dos serviços de saúde. (ANVISA, 2006)

No dia 5 de maio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) propõe o dia mundial de higiene das mãos, e no dia 15 é constituído o Dia Nacional do Controle de Infecções, datas nas quais se enfatizam a utilização do álcool gel/espuma a 70%.

O álcool gel se mostra mais eficaz na eliminação de microrganismos das mãos em relação à lavagem das mãos com sabonete comum. Ele é capaz de eliminar 99% dos microrganismos e se mostra superior à lavagem das mãos com sabonete comum que pode eliminar apenas 50% dos germes.

Quais são os 5 momentos da lavagem das mãos?

Que tal, então, conhecer quais são os 5 momentos da lavagem das mãos que você precisa ficar atento? Seguindo essas orientações, você pode garantir, além do autocuidado, um tratamento ainda mais eficiente, seguro e adequado aos pacientes que confiam no seu trabalho. Confira!

5 momentos da lavagem das mãos

1. Antes e após contato com o paciente

Sempre que tiver qualquer tipo de contato com o paciente, é necessário higienizar as mãos. A mesma regra vale para o momento seguinte ao contato, garantindo que os microrganismos de um ambiente não se espalhem para os outros.

2. Antes de procedimento asséptico

De que adianta realizar um procedimento asséptico no paciente se, na prática, suas mãos não passaram pelo mesmo processo? Portanto, certifique-se de limpar as mãos antes de realizar a higienização no próprio paciente.

3. Antes de comer ou manusear alimentos

Para evitar infecções e trabalhar o autocuidado de um profissional de saúde, também é importante higienizar as mãos antes de comer ou manusear alimentos. Lembre-se, o cuidado deve se estender às diversas atividades da sua rotina de trabalho e não apenas ao atendimento ao paciente.

4. Após ter utilizado as instalações sanitárias

Essa prática deve ser colocada em ação por qualquer pessoa e em qualquer situação, porém, ela é ainda mais sensível para o profissional da área da saúde. Portanto, sempre que utilizar as instalações sanitárias, lembre-se de higienizar as mãos.

5. Após assoar o nariz, tossir ou espirrar

Além disso, é importante realizar o processo de higienização sempre que assoar o nariz, tossir ou mesmo espirrar, evitando que aquelas microrganismos acabem sendo transmitidos para os pacientes.

Quais são os erros mais comuns na hora da higienização?

Além disso, é importante também ficar de olho nos principais erros no momento da higienização. Afinal, um simples deslize pode prejudicar a eficácia de todo o processo e colocar o paciente exposto à ação de microrganismos, por exemplo. Por isso, confira o que você deve se atentar!

Não retirar objetos como anéis e relógios

Em nosso dia a dia, é muito comum utilizarmos acessórios em nossas mãos e pulsos, seja um relógio, seja uma anel ou pulseira. Porém, é importante retirar esses objetos na hora de lavar a região, já que muitas vezes eles tiveram contato com outros microrganismos e podem prejudicar a eficácia da sua prevenção.

Esquecer de áreas importantes

Muita gente acha que lavar as mãos é simplesmente passar uma água e pronto, porém, não é bem assim que funciona e é preciso tomar cuidado em cada detalhe. Por isso, não se esqueça das pontas e dos espaços entre os dedos, além de se certificar de que limpou também embaixo das unhas.

Não utilizar o sabão

Outro erro muito comum é não utilizar o sabão durante o processo de higienização. A água sozinha, infelizmente, não consegue eliminar todas as bactérias e microrganismos e, portanto, é fundamental complementar essa limpeza com a utilização do sabão.

Conhecer os 5 momentos da lavagem das mãos é, portanto, fundamental para garantir que seu trabalho esteja sendo realizado de forma segura e eficiente, sempre levando em consideração a saúde do paciente. Com práticas simples e erros comuns evitados, você se assegura de oferecer o melhor atendimento ao indivíduo.

Agora que você já sabe os 5 momentos da lavagem das mãos que são mais importantes e os principais erros cometidos durante esse processo, que tal se certificar de que mais pessoas conheçam essas práticas? Então, compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e garanta que seus amigos e colegas de trabalho também fiquem por dentro de um assunto tão importante!

Lembrando sempre que a higiene das mãos é o método mais simples e barato de evitarmos infecções!

Comentários

Posts Relacionados