Tudo sobre enfermagem para quem quer ingressar na área

Tudo sobre enfermagem para quem quer ingressar na área

Entender tudo sobre enfermagem é essencial para quem deseja ingressar no mercado atuando na área. Trata-se de uma profissão que exige proximidade no relacionamento entre profissional e paciente. Afinal de contas, promove e restabelece a saúde dos indivíduos com uma equipe composta por médicos, psicólogos, nutricionistas etc.

Esse ramo vem em ascensão no mercado, oferecendo a possibilidade de trabalhar em hospitais, clínicas, home care, asilos, postos de saúde, empresas privadas e demais. Certas habilidades e técnicas específicas desempenham papel de extrema importância para a prestação de um serviço adequado.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar os principais pontos a respeito da profissão na área de enfermagem e o que deve ser feito para começar a atuar. Acompanhe!

Quais são as funções de um profissional da enfermagem?

Apesar de o profissional de enfermagem ter como função cuidar e assistir os pacientes, nem todos exercem as mesmas atividades. Existem diferentes tipos de profissões no ramo, promovendo a saúde de diversas maneiras. Entenda melhor a seguir.

Auxiliar em enfermagem

Para ser auxiliar em enfermagem, é preciso ter o ensino fundamental completo e adquirir o diploma por meio de um curso básico com duração média de um ano. As atribuições estão ligadas às tarefas de rotina e de menor complexidade, com supervisão frequente de um enfermeiro. Entre as principais funções figuram:

  • realizar os tratamentos prescritos;
  • preparar os pacientes para consultas, exames e tratamentos;
  • desenvolver atividades de esterilização e desinfecção;
  • prezar pela segurança dos pacientes;
  • executar os devidos cuidados de higiene, alimentação e conforto.

Por meio da legislação (Decreto n° 2.208/97), não existe mais a formação para habilitação profissional de auxiliar de enfermagem, ele passa a integrar o itinerário de profissionalização e habilitação do técnico em enfermagem.

Técnico em enfermagem

Para exercer a profissão como técnico em enfermagem, o ensino médio completo e o diploma de curso técnico, com duração de dois anos em média, consistem como pré-requisitos. As funções exercidas estão voltadas aos níveis básico e médio de cuidados.

O técnico em enfermagem ajuda nos cuidados aos pacientes no pós-operatório ou UTI, sempre supervisionado pelo enfermeiro, além de auxiliar na assistência em todos os níveis de complexidade. Algumas das atribuições de maior relevância são:

  • administrar medicamentos;
  • aplicar vacinas;
  • higienizar o paciente;
  • fazer curativos;
  • demais atividades de cuidados ao indivíduo, inclusive as realizadas pelo auxiliar em enfermagem.

Enfermeiro

É o profissional que ocupa o nível mais alto na hierarquia de enfermagem. Para desempenhar a profissão é preciso ter diploma do curso superior, que dura em média cinco anos. Entre as funções privativas do enfermeiro, podemos citar:

  • cuidar pessoalmente dos pacientes em nível crítico de saúde, como os internados em Unidades Intensivas de Tratamento (UTI);
  • prestar cuidados que demandam maiores graus de conhecimento técnico e prático;
  • preparar os pacientes para atendimento médico;
  • avaliar feridas e definir o tipo de curativo a ser feito;
  • realizar outros tipos de procedimentos nos pacientes, como a inserção de cateter central, sondagem vesical, sondagem orogástrica, entre outros.

Além disso, o enfermeiro também é responsável por tarefas administrativas. Supervisão dos auxiliares e técnicos em enfermagem, organização e direção dos serviços, treinamento e capacitação da equipe, controle de infecções hospitalares, contratação do pessoal da área e demais tarefas importantes para um atendimento eficiente figuram como exemplos.

Para o exercício das profissões da Enfermagem, após a conclusão do curso de formação profissional, o profissional deve ter registro ativo no Conselho Regional de Enfermagem (COREN) do seu estado.

Em quais áreas o profissional pode atuar?

Ao escolher atuar no ramo da enfermagem, é possível trabalhar em várias áreas, como:

  • obstétrica: oferece auxílio a gestantes, parturientes e lactantes, ajudando nos exames, no parto e pós-parto;
  • enfermagem de resgate: participa de equipes de salvamento a vítimas de acidentes;
  • enfermagem do trabalho: presta atendimento nos ambulatórios de empresas e monitora programas de prevenção e manutenção da saúde dos colaboradores;
  • geral: comanda equipe de auxiliares e técnicos em enfermagem;
  • geriátrica: auxilia e presta cuidado a idosos em vários lugares;
  • médico-cirúrgica: presta cuidados pré e pós-operatórios em clinicas, hospitais, prontos-socorros e demais instituições;
  • pediátrica: acompanha e avalia o desenvolvimento das crianças, além de incentivar o aleitamento materno e orientar os pais em relação aos cuidados necessários com os recém-nascidos;
  • psiquiátrica: ajuda no tratamento dos pacientes que apresentam distúrbios psicológicos;
  • saúde pública: orienta a sociedade a respeito da prevenção de doenças, auxiliando pacientes em centro de saúde, hospitais, creches e escolas, também atuando na capacitação de agentes de saúde.

Quais são as principais características necessárias?

Atenção e cuidado consistem em ações que devem ser aplicadas por qualquer profissional de enfermagem, independentemente da área de atuação.

É preciso saber confortar um paciente que se encontra em situação difícil, tendo em vista que ficar doente não exige apenas cuidados físicos, mas também emocionais, algo que requer total empatia por parte da equipe. Entre outras habilidades estão:

  • saber trabalhar em equipe;
  • ter tranquilidade sob pressão;
  • prezar pelo bom relacionamento interpessoal;
  • ser responsável;
  • priorizar a ética;
  • ter espírito de liderança;
  • propiciar um atendimento humanizado;
  • saber ouvir e dialogar.

Como ser um profissional da enfermagem?

Agora que entende tudo sobre enfermagem, é necessário tomar decisões sábias para se inserir no ramo. Conforme ressaltamos, a escolha do curso ideal depende da função escolhida. Entre as disciplinas estudadas estão saúde coletiva, farmacologia, anatomia, saúde da mulher, parasitologia, clínica médica, entre outras.

Com o decorrer do tempo, o aluno já garante um bom entendimento teórico e chega o momento de realizar estágios em hospitais, clínicas, pronto-socorro, postos de saúde, laboratórios etc. Isso é fundamental para experimentar o dia a dia da profissão, além de desenvolver competências e habilidades práticas primordiais para a excelência.

De que modo escolher a escola de enfermagem ideal?

Na hora de selecionar onde estudar, sempre preze por um lugar de qualidade, como a Escola da Paz. Nossa instituição oferece diversos tipos de qualificação, propiciando que os profissionais consigam atuar com maior autonomia e capacitação.

Além disso, a escolha deve ser por uma marca reconhecida e recomendada no mercado, com a infraestrutura adequada para que o aluno adquira todo o conhecimento necessário. A multidisciplinaridade da equipe, composta por profissionais experientes, também é bastante relevante.

E aí, entendeu tudo sobre enfermagem? Caso tenha se interessado pela área, não deixe de se matricular em uma boa escola para aprimorar todas as habilidades. Assim, em pouco tempo você vira um profissional diferenciado, com destaque no mercado para construir uma ótima trajetória profissional.

Quer se tornar um profissional da área de enfermagem? Então entre em contato com a gente, conheça nossa escola e veja como podemos ajudar!

Comentários

Posts Relacionados