7 dicas valiosas para quem deseja fazer mudança de carreira

dicas valiosas para quem deseja fazer mudança de carreira

Muitas pessoas estão insatisfeitas com seu atual emprego. Essa situação pode ser causada por vários motivos — mudança do mindset, baixo salário, excesso de tarefas, jornada de trabalho desgastante etc. E aí surge a ideia de mudança de carreira.

Contudo, muitos profissionais ainda ficam confusos e indecisos. Afinal, a recolocação profissional não é tão simples quanto parece. Geralmente, as grandes preocupações incluem a questão financeira e o medo de enfrentar riscos, que podem barrar o tão sonhado sucesso. Recomeçar tudo de novo, ter que demonstrar o seu potencial e se acostumar com o ambiente são apenas alguns dos obstáculos a serem enfrentados.

Se você está pensando na mudança de carreira, confira algumas dicas que devem ser levadas em consideração antes de fazer essa escolha tão importante. Acompanhe a leitura!

1. Busque o autoconhecimento

A primeira dica é: se conheça melhor. A decisão de mudança de carreira é muito importante e séria. Portanto, é importante conhecer o seu eu interior e entender melhor os motivos que estão lhe levando a pensar nessa possibilidade de migrar para outra área.

Pode ser uma mera insatisfação com a rotina ou o salário. Isso pode ser conversado e discutido com o chefe. Que tal fazer um teste vocacional? Pense qual é o propósito de vida, os seus gostos pessoais e habilidades.

Acima de tudo, saiba o que você deseja para o seu futuro. Não escolha a próxima carreira ao acaso, sem que você tenha real identificação, pois os riscos de arrependimento e frustração são altos, e as chances de você querer mudar novamente de setor são bem significativas.

2. Faça perguntas-chave para você mesmo

Durante o processo de reflexão, você vai se conhecer melhor e vai construir os pilares que vão direcioná-lo para o planejamento da sua próxima carreira. Nessa fase, você pode fazer algumas perguntas que vão te guiar rumo ao autoconhecimento:

  • O que me traz felicidade?
  • Eu sou feliz no meu emprego atual?
  • O que eu gostaria de estar fazendo daqui a 20 ou 30 anos?
  • Quais são os meus hobbies?
  • O que é mais importante na minha vida?
  • Quais assuntos me trazem curiosidade e interesse?
  • O que eu não gostaria de fazer de jeito nenhum?

3. Analise o salário

Antes de pensar em largar o seu trabalho atual, analise o salário médio que costuma ser oferecido na sua próxima carreira. Esse fator tem um grande peso antes de tomar a decisão.

Afinal, será que vale a pena sair de um emprego estável onde você é reconhecido e começar ganhando um valor abaixo do seu padrão? Por isso, veja se o valor oferecido está alinhado com o seu orçamento pessoal e o seu planejamento financeiro a curto, médio e longo prazo. A decisão é somente sua.

Por isso, analise se a remuneração média da sua futura função é justa e compatível com as qualificações e experiências exigidas e está de acordo com as atribuições do cargo que você pretende exercer.

4. Avalie as suas habilidades

Analise os seus talentos e habilidades. Reflita sobre as atividades e assuntos que você tem maior domínio e facilidade em executar ou que tem curiosidade em saber mais e que gostaria de desenvolver melhor.

Uma boa dica é pensar quais são as qualidades e características que as pessoas costumam pontuar e elogiar em você. Você tem uma veia artística? Ama praticar esportes? Gosta de falar em público? Gosta de cuidar de pessoas? Se sente bem sendo útil ao próximo? Faria a mudança de carreira para cuidar do bem-estar de pacientes? Esses fatores pesam bastante no momento da escolha final.

5. Crie um planejamento profissional

Tão importante quanto tomar a decisão final de mudança de carreira, é saber, de fato, aonde você deseja chegar. E para isso, é essencial fazer umplanejamento definindo ponto a ponto como esse caminho será percorrido.

Portanto, trace um planejamento detalhado. Estabeleça metas e realizações a curto, médio e longo prazos. Tenha em mente que seus objetivos devem ser específicos, realistas e relevantes. Desse modo, você não se frustra e tem o controle de que está conseguindo alcançar os seus objetivos com o tempo.

Conheça alguns exemplos de metas a serem alcançadas:

  • conhecimentos necessários para a nova profissão;
  • cargo que deseja exercer;
  • empresa onde deseja trabalhar;
  • como se destacar dos demais concorrentes;
  • salário que pretende aceitar etc.

A partir dessas metas claras, o plano começará a se concretizar.

6. Tenha uma boa reserva financeira

Pode ser que no começo o seu salário seja menor do que o esperado. Afinal, quem recomeça praticamente do zero tem pouca experiência na carreira atual e retorna a cargos iniciais como função “júnior”, onde a remuneração costuma ser inferior aos demais que já têm experiência.

Portanto, esteja preparado para essa fase de transição com antecedência. Antes de pensar em sair do seu emprego atual, vá economizando o máximo que puder. O ideal é poupar cerca de 6 meses o valor equivalente ao seu salário atual. Desse modo, se você ganha R$ 3 mil reais todo mês, economize cerca de R$ 18 mil antes de mudar de carreira definitivamente.

Trata-se de uma garantia de emergência. Assim, se por algum motivo você passar por dificuldades financeiras, poderá manter o seu estilo de vida por algum tempo. Por isso, não se esqueça dessa dica.

7. Entenda o mercado de trabalho

Claro que se identificar com a nova profissão, ter afinidade e talento é essencial para a mudança de carreira. Entretanto, você deve analisar outros fatores, como o mercado de trabalho.

A sua nova ocupação tem demanda de profissionais no mercado? Quais são as chances de você arrumar um emprego promissor e estável? Por mais rígidas que essas perguntas possam parecer, é essencial não se iludir. O que evita frustrações no futuro.

Por isso, use a internet ao seu favor. Pesquise tudo a respeito. Converse com profissionais que já estão trabalhando no meio e pergunte como anda o mercado. Dessa forma, você consegue ter uma visão mais ampla da situação, que vai além dos seus desejos e perspectivas pessoais.

Como você pode perceber, a decisão pela mudança de carreira não é uma tarefa fácil. Ela envolve anseios e questões pessoais que se confrontam inevitavelmente com a realidade atual do mercado. Portanto, nada melhor do que buscar o autoconhecimento, pesquisar bastante e elaborar um planejamento realista.

Dessa maneira, as chances de você ser feliz e encontrar prazer na profissão são bem altas, afinal, vida pessoal e profissional costumam caminhar lado a lado.

Você sempre teve gosto pela área da saúde? Que tal tentar o ramo da enfermagem? Conheça as qualificações necessárias para ingressar nessa profissão!

Guia Completo Carreira na Área da Saúde

Comentários

Posts Relacionados