Como se organizar para estudar: 13 técnicas para sua rotina de estudos

Como se organizar para estudar: 9 técnicas para sua rotina de estudos

Ter uma rotina de estudos produtiva é essencial para quem deseja melhorar as suas habilidades e ser bem-sucedido. Isso vale para qualquer situação em que seja preciso aplicar o seu aprendizado, como provas do curso ou escola, concursos, faculdade, processo seletivo etc. Você não sabe como se organizar para estudar? Pois fique tranquilo! É disso que vamos falar agora.

Em primeiro lugar, é preciso adotar as estratégias adequadas para fazer seu dia a dia render e conseguir aproveitar cada conteúdo estudado. A melhor prática, contudo, pode variar para cada estudante, já que esse processo envolve diversos fatores, como oportunidade, disponibilidade, foco e disposição, entre outros.

Então, se você está precisando de uma ajuda para se organizar, neste post trouxemos 13 dicas que vão contribuir para que essa tarefa fique mais fácil. Vamos lá? Continue lendo para conferir!

Por que é tão importante criar uma rotina de estudos?

Se você tem um dia a dia movimentado, com várias tarefas para dar conta, sabe o quanto é difícil conciliar tudo, não é mesmo? O problema de viver com essa rotina sempre corrida é que ela causa um intenso desgaste mental e físico, e essa é a porta de entrada para quadros de ansiedade e estresse, por exemplo.

A boa notícia é que você pode, sim, evitar boa parte desse cansaço equilibrando os seus compromissos e horários, mesmo que tenha uma jornada dupla. Os resultados positivos serão vistos em todas as áreas da sua vida.

Quando você organiza a sua rotina de estudos, pode sobrar um tempo para fazer algo prazeroso, como assistir a um episódio da sua série favorita, tomar um banho relaxante ou dar uma volta para espairecer. Além disso, um planejamento eficaz na sua rotina de estudos leva ainda a outros ganhos, como assimilar com mais facilidade os diferentes conteúdos, aprender a gerir o tempo, ficar com suas atividades acadêmicas em dia etc.

Como se organizar para estudar melhor?

Confira as dicas abaixo e coloque-as em prática, pois elas podem influenciar os seus resultados positivos!

1. Estabeleça seu objetivo de estudo

Geralmente, são as metas que impulsionam as pessoas. É por isso que estabelecer um objetivo é o passo inicial para a elaboração de uma boa rotina de estudos.

Se você pretende passar no vestibular, em um concurso público ou na prova de um processo seletivo para o emprego que sempre sonhou, escreva a sua meta em seu cronograma. Assim, você sempre se lembrará do motivo pelo qual está estudando com tanta dedicação, e ainda terá uma ajuda nos momentos em que estiver desmotivado ou pensando em desistir.

2. Conheça a sua rotina

Para criar um plano bom e estudos, é preciso conhecer a sua própria rotina. Considere, então, as seguintes questões:

  • Você vai estudar por conta própria ou fará um cursinho?
  • Você já trabalha?
  • Quais são as outras tarefas que ocupam o seu tempo atualmente?

Conhecer bem as atividades que você desempenha ao longo dia e da semana é muito importante na hora de estruturar o seu cronograma de estudos. Para simplificar esse processo, você pode fazer um calendário e incluir nele todas as obrigações.

3. Faça um cronograma

Nessa hora, liste todas as disciplinas que pretende aprender e monte os seus estudos. Acrescente também as matérias que deseja estudar por dia: o ideal é intercalar entre as que você considera mais fáceis e aquelas que exigem de você um esforço maior.

Também é recomendado diversificar vários materiais para auxiliar os seus estudos. Por exemplo, se um dia você focou em leituras, no outro pode assistir a uma videoaula ou fazer simulados. Essa diversidade dá mais dinâmica à sua rotina de estudos, e também ajuda você a não desistir dos planos definidos.

4. Escolha o local ideal para estudar

Escolher um local apropriado para se dedicar ao processo de aprendizagem é fundamental, pois contribui para que você consiga memorizar melhor e entender os conteúdos — que, normalmente, são extensos. Entre as principais características que esse espaço deve ter, estão:

  • ter mesas e cadeiras que propiciem conforto;
  • ser o mais silencioso possível;
  • ter acesso à internet;
  • estar longe de distrações;
  • ser bem iluminado e arejado.

5. Deixe os materiais de estudo ao seu alcance

Para evitar que você fique se levantando a todo momento para buscar algo diferente (cadernos, livros, canetas etc.), já deixe o que for necessário perto de você. Mantenha tudo organizado e em locais que não atrapalhem o seu rendimento, para que não sejam motivo de distrações.

6. Fique longe das distrações

Às vezes parece que é nas horas de estudar que as distrações mais aparecem, não é? Então, tome cuidado, pois deixar os estudos para depois por um motivo sem importância ou urgência pode acabar com a sua produtividade, além de quebrar a rotina elaborada por você.

Esse ato de deixar as coisas importantes para depois é conhecido como procrastinação. Para evitar que ela aconteça:

  • deixe o seu celular longe enquanto estiver estudando;
  • peça aos familiares para que não conversem com você durante os estudos;
  • encare a preguiça e não deixe que ela estrague o seu planejamento;
  • não deixe as coisas para a última hora.

7. Invista em vários métodos de estudo

Como dissemos, existem hoje vários métodos de estudo que podem ser utilizados com a finalidade de tornar a sua rotina mais eficiente, cada um com suas vantagens e desvantagens. Então, tente encontrar quais deles são mais adequados para a sua rotina.

Entre os mais conhecidos está o Pomodoro — em que o estudante se dedica a um tempo de aprendizagem de 25 minutos, ininterruptos, fazendo então uma pausa de 5 minutos. Depois que essa intercalação se repete por algumas vezes, a pausa aumenta um pouco, chegando até a 30 minutos. Essa estratégia permite que você observe o quanto você rende em certo período e, com isso, te ajuda a gerenciar melhor o seu tempo.

8. Realize algumas pausas para descanso

As pausas para descanso também devem estar presentes em uma boa rotina de estudos. Afinal, descansar a mente de tempos em tempos é primordial para ganhar fôlego e voltar ao processo mais animado. É preciso, no entanto, saber dosar o tempo ideal e o que fazer nessa hora para gerar benefícios à sua assimilação do conteúdo.

Uma alternativa é aproveitar o momento de pausa para praticar exercícios físicos. Além de contribuir para deixar a sua mente mais relaxada, eles liberam hormônios que aumentam a sensação de bem-estar, deixando sua mente mais tranquila e descansada.

9. Tire um tempo para o lazer

Separar um tempo para o lazer é tão importante quanto se dedicar ao seu cronograma de estudos. Até porque, estando bem consigo mesmo, você terá muito mais motivação para aprender e se tornar produtivo!

Por isso, tente incluir no seu dia a dia um tempo para fazer o que gosta — como ir ao cinema, teatro, assistir a uma série, sair com os amigos etc. Além disso, não se esqueça de que é preciso:

  • alimentar-se adequadamente e de forma equilibrada;
  • beber muita água;
  • dormir cerca de 8 horas por dia;
  • separar um tempo para praticar atividades físicas.

10. Priorize o que é mais importante

Tempo é a coisa mais preciosa que temos. Logo, diante da grande quantidade de obrigações, precisamos aprender a administrá-lo bem. Definir suas prioridades na hora de estudar é fundamental — tanto entre as matérias quanto entre os conteúdos dentro de cada matéria.

Os conteúdos que você tem mais dificuldade precisam ser mais estudados, certo? Isso parece simples, mas muitas pessoas começam a evitá-los justamente por terem dificuldade, o que só as mantém com esse “ponto fraco”. Quanto às matérias que você tem mais facilidade, uma pequena revisão periódica para que você mantenha seus conhecimentos pode já ser suficiente.

11. Não acumule conteúdo

Revisar o material estudado também é imprescindível durante o seu plano de estudos, pois ajuda a fixar melhor o conteúdo. É comum, por exemplo, que aquele tema que parecia não ser muito relevante seja deixado para depois e, por fim, acabe sendo essencial. Então, jamais deixe os conteúdos se acumularem, pois você pode se perder e acabar deixando de estudá-los.

12. Aproveite os seus recursos

A internet costuma oferecer várias distrações, mas também pode trazer diversos recursos interessantes a serem utilizados para estudar. Então, aproveite todo recurso disponível! Busque, por exemplo, vídeos, testes e até jogos sobre o assunto que você está estudando. Realizar tarefas diferentes torna o aprendizado menos cansativo e mais agradável.

13. Tenha disciplina

Olhe a sua agenda todo dia, especialmente pela manhã, para se lembrar das suas atividades e cumpri-las. Marque também os objetivos que foram alcançados, para analisar o seu progresso. Assim, ao final da semana, você pode observar tudo o que conseguiu fazer e o que deixou de fazer, e se organizar melhor para o próximo ciclo, mantendo-se responsável e disciplinado.

Quais são as consequências de não se organizar durante os estudos?

Quando não mantemos uma organização correta ao estudar, o nosso desempenho tende a cair muito — e, a longo prazo, os resultados certamente serão negativos. Nossas horas de estudo são totalmente prejudicadas quando há falta de um ritmo e rotina, além de quando temos uma rotina muito estressante. Por isso, é preciso planejar bem esse momento.

Você acorda estressado todas as manhãs, já pensando na quantidade de tarefas que precisa cumprir, e faz tudo sem delimitar um tempo para cada atividade? O que acha de acordar mais cedo, com calma, e se planejar? Em vez de ficar correndo contra o tempo e fazendo tudo com atraso, ao manter uma rotina fixa você tem mais chances de fazer tudo dentro dos horários definidos, sem estresse.

Enfim, agora que conhece todas estas dicas sobre como se organizar para estudar, é só colocá-las em prática! Assim, certamente, você vai obter o sucesso esperado na sua trajetória em busca de conhecimento.

E se este conteúdo foi útil para você, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais! Assim, você ainda ajuda outras pessoas a melhorar seus hábitos no momento de preparação para os estudos.

Comentários

Posts Relacionados

dicas de como escolher a melhor escola de enfermagem
terça-feira, 10 Dezembro, 2019 - 08:34
Por Laura Pita