Curso técnico de enfermagem: descubra quais são as áreas de atuação

Curso técnico de enfermagem: descubra quais são as áreas de atuação

Muitos jovens que sentem ter vocação para cuidar das pessoas desejam se formar na área da saúde. No entanto, surgem muitas dúvidas sobre qual carreira específica seguir. Para poder escolher a profissão que se adapte à sua realidade, que tal conhecer sobre o curso técnico de enfermagem?

Ao se formar em um curso técnico, você terá possibilidades de ampliar seus conhecimentos e de ter uma formação de qualidade para atuar no dia a dia da profissão.

Para saber mais sobre as áreas de atuação de um técnico de enfermagem, continue lendo o texto.

Curso técnico de enfermagem

Ao se matricularem no curso técnico, os estudantes aprendem os procedimentos básicos com os doentes e passam pelo estágio supervisionado. Em geral, o curso técnico tem a duração de dois anos e é composto por quatro módulos:

  • Fundamentos Básicos de Enfermagem;
  • Fundamentos de Enfermagem Preventivos e Curativos;
  • Fundamentos de Enfermagem em Ambientes Especializados e
  • Estágio Curricular Obrigatório.

​Além das disciplinas específicas da área da saúde, há também no currículo do curso Língua Portuguesa, Noções de Administração e Informática. Outra disciplina muito importante, e que deve ter destaque, é o estágio supervisionado.

O curso técnico de enfermagem proporciona aos estudantes momentos de grande importância, por meio do estágio obrigatório. Esses períodos servem para colocar em prática tudo o que foi aprendido durante as aulas.

Áreas de atuação do técnico de enfermagem

Após a conclusão do curso, o profissional está apto a atuar em diferentes espaços, podendo escolher em que área quer exercer sua profissão. Cada setor de trabalho exigirá do profissional assessoramento específico. Sendo assim, abaixo você confere algumas dessas áreas e os locais de atuação.

Enfermagem geral

De uma maneira ampla, a função do técnico de enfermagem será a de auxiliar o enfermeiro nas ações de prevenção e reabilitação dos pacientes. Os locais de trabalho podem ser em hospitais ou clínicas. Também é possível trabalhar em lugares que ofereçam exames laboratoriais.

Enfermagem geriátrica

O profissional proporcionará ao idoso os cuidados básicos e de saúde que sejam necessários. Devem ser analisadas as condições físicas, mentais e emocionais de quem será cuidado, para que as intervenções sejam feitas corretamente.

Normalmente os familiares fazem a contratação do técnico de enfermagem para trabalhar na própria residência do paciente. No entanto, existem outras possibilidades de trabalho em hospitais ou em clínicas próprias do setor geriátrico.

Enfermagem médico-cirúrgico

O local em que ocorrem as operações cirúrgicas em um hospital é o Centro Cirúrgico. Nele, devem estar em harmonia toda a equipe médica para que o procedimento cirúrgico ocorra de forma adequada.

O técnico de enfermagem está entre os profissionais da saúde que podem atuar na equipe. Suas principais funções são:

  • auxiliar o enfermeiro, sempre que for preciso;
  • organizar a sala de operação;
  • ajudar o paciente no transporte da maca para a mesa de cirurgia e vice-versa;
  • verificar o bom funcionamento do sistema de gases;
  • assessorar o anestesiologista na indução e reversão do procedimento anestésico;
  • registrar todas as informações no prontuário ou no impresso padronizado pela instituição de saúde.

Saúde da família

O programa saúde da família busca levar qualidade de vida para os lares brasileiros. Os profissionais promovem visitas nas residências com o fim de monitorar as condições básicas de saúde dos moradores. E a partir de então, encaminhá-los para uma unidade de saúde pública, caso seja necessário.

Os técnicos de enfermagem, incluídos no programa, devem agir da seguinte forma:

  • atuar nas atividades de assistência básica: medir pressão arterial, monitorar glicose, ensinar normas de higiene pessoal e higienização dos alimentos;
  • promover ações educativas a grupos e familiares que estejam em situação de risco, mediante planejamento prévio da equipe;
  • participar do controle dos insumos necessários para o atendimento dos pacientes;
  • cumprir outras atribuições mediante as normas da gestão local.

Assistência em urgência e emergência

O atendimento de urgência consiste em um evento grave, que deve ser tratado para que não ocorra a morte do paciente. Já no serviço de emergência, ocorre uma situação gravíssima, que depende de atendimento mais rápido do serviço médico.

Em ambos os casos, faz-se necessário o papel do técnico de enfermagem para dar o suporte adequado ao paciente e para auxiliar os demais profissionais. Sendo assim, em busca de uma atuação acertada, o profissional deve:

  • monitorar os sinais vitais dos pacientes;
  • ajudar na recepção dos pacientes;
  • fazer os curativos;
  • transportar pacientes;
  • auxiliar durante o método de reanimação em caso de parada cardíaca;
  • aplicar medicamentos por via venosa ou subcutânea, oral e muscular;
  • monitorar pacientes graves.

Materno Infantil

O setor Materno Infantil de um hospital ou de uma clínica pública ou privada busca o cuidado e o atendimento da gestante e do recém-nascido. O corpo médico e o de enfermagem precisam do trabalho do profissional técnico para atuar nos setores UTI neonatal, emergência obstétrica, entre outros.

O técnico de enfermagem desempenhará as seguintes funções:

  • monitoramento das gestantes;
  • instruções sobre os primeiros cuidados com o recém-nascido;
  • orientações sobre o aleitamento materno.

Enfermagem Neuropsiquiátrica

Os pacientes que apresentam algum tipo de transtorno mental devem receber atendimento e cuidados humanizados por parte da equipe de enfermagem. O profissional técnico atua como um agente que vai estimular a integração do indivíduo com o ambiente, bem como vai incentivá-lo na realização de tarefas diárias simples.

Como atribuições mais específicas, terá que:

  • administrar medicamentos;
  • observar a participação nas atividades terapêuticas que são feitas dentro da instituição onde o paciente estiver inserido;
  • informar todas as evoluções do paciente para o médico responsável pelo tratamento.

Enfermagem em Infectologia

Ao trabalhar na área de pessoas com doenças infecciosas, seja em um hospital, seja em uma clínica médica, são funções do técnico de enfermagem:

  • procurar manter os infectados isolados de outros pacientes;
  • atentar-se quanto às restrições e orientações em relação às visitas do enfermo;
  • caso necessário, cuidar para que sempre utilize material de proteção, como óculos, luvas, gorros e máscaras descartáveis;
  • caso seja uma doença transmissível via aérea, fazer isolamento dos aparelhos respiratórios do doente.

Por fim, vale ressaltar que o curso técnico de enfermagem dará a você diversas possibilidades profissionais. No entanto, seja qual for a área de atuação que desejar, o mais importante é que você goste da profissão e esteja com disposição para ajudar o próximo.

Agora que já conferiu as oportunidades que o curso técnico de enfermagem pode oferecer, entre em contato conosco para obter mais informações. Estamos esperando você!

Comentários

Posts Relacionados

profissional da saúde de braços cruzados e estetoscópio no pescoço
terça-feira, 16 Outubro, 2018 - 07:54
Como conciliar trabalho e estudo? Aprenda com dicas!
quarta-feira, 10 Outubro, 2018 - 09:03
Por Laura Pita