Saiba o que existe no kit de técnico em enfermagem!

Saiba o que existe no kit de técnico em enfermagem!

Você sabe quais são os itens que compõem o kit de técnico em enfermagem? Ter esse entendimento é importante pelo fato de essa ser uma das dúvidas mais frequentes para quem deseja ingressar na área. Uma das áreas mais promissoras da saúde, tendo em vista a exigência da formação de nível médio, permite uma rápida inserção no mercado de trabalho, já que o curso dura em torno de dois anos, e tem a flexibilidade de atuar em diversos segmentos, como hospitais, clínicas, asilos, empresas particulares, home care, entre outros.

Além das aulas teóricas, é exigido que o aluno cumpra horas de estágio obrigatório, com a finalidade de aprimorar sua prática. Nesta etapa é essencial ter um kit de enfermagem. Por isso, é necessário entender como montar o próprio kit e garantir que nada falte tanto durante o curso quanto ao longo do exercício da profissão.

Para ajudar nesse processo, elaboramos este conteúdo. Acompanhe!

Termômetro

O termômetro é um item essencial no kit de técnico em enfermagem, pois é o instrumento responsável por medir a temperatura dos pacientes de maneira eficiente e com menores probabilidades de falhas.

Por meio dele, é possível identificar se o indivíduo apresenta um quadro febril ou se a temperatura corporal está dentro dos padrões estabelecidos como dentro da normalidade.

Estetoscópio

É o aparelho usado para auscultar áreas como coração e pulmão ou, até mesmo, sons no abdômen. Também é utilizado como apoio para outros instrumentos, por exemplo, no momento de aferir a pressão arterial.

Esfigmomanômetro

Esse item, também conhecido como medidor de pressão, pode ser digital (ágil e com leitura simples) ou manual (auxiliado pelo estetoscópio, sendo bastante preciso). Dê preferência ao modelo manual pela sua precisão.

Identificar a pressão arterial adequada do paciente é fundamental para realizar a triagem e direcionar o atendimento de forma segura. Isso porque uma crise hipertensiva pode originar sintomas bastantes comuns. Ao aferi-la, fica mais fácil descobrir problemas mais graves e solucioná-los rapidamente.

Tão perigosa quanto a pressão elevada, está a pressão abaixo dos padrões de normalidade, já que isso pode gerar quadros de hipotensão, levando a choques e demais consequências.

Oxímetro

A finalidade do oxímetro é mensurar o grau de oxigenação do sangue. Sua importância se deve ao fato de apontar se o paciente possui alguma complicação para manter esse nível adequado.

Geralmente, a medição é realizada no dedo ou pulso. Por não ser um material invasivo, pode ser utilizado em pessoas nos mais variados tipos de situação, sem nenhum problema ou qualquer contraindicação.

Outros materiais que úteis no kit de técnico em enfermagem são: garrote de 30cm, frasco pequeno de álcool gel e uma tesoura sem ponta. Ter consigo esses itens durante procedimento agiliza o atendimento ao paciente.

Equipamentos de proteção individual (EPIs)

Ainda, outros itens que são extremamente importantes para a execução do trabalho do técnico em enfermagem são os EPIs. Entre eles, estão: luvas, toucas, máscaras, óculos de proteção e demais.

Nesse caso, o ideal é que os itens sejam sempre novos, esterilizados e em conformidade com as normas regulamentadoras, além de seu uso exclusivo, considerando que, por ser de uso individual, não deve ser emprestado para os colegas.

Conseguiu entender como montar um kit de técnico em enfermagem adequadamente? O curso é uma excelente opção para quem busca inserir-se no mercado de trabalho por meio de uma formação mais curta, com boas oportunidades, ramos de atuação amplo e grandes chances de crescimento profissional, principalmente se buscar sempre se atualizar, aprimorar e destacar entre os concorrentes.

Achou este artigo interessante? Então, acesse agora mesmo nossa página e veja como se matricular no curso de técnico em enfermagem!

Comentários

Posts Relacionados