Curso de hemodiálise: conheça mais sobre essa carreira promissora

Curso de hemodiálise: conheça mais sobre essa carreira promissora

Os rins são os responsáveis pela filtragem do sangue no corpo humano. Sua função é essencial para eliminação de substâncias, a fim de evitar o acúmulo de toxinas no organismo do indivíduo.

Uma vez perdida a capacidade de realizar essa tarefa, é preciso buscar outros meios para tal, sendo, um deles, a realização de hemodiálise. Por meio desse tratamento, uma máquina torna possível a filtração sanguínea e a eliminação das toxinas.

Portanto, é fundamental que os procedimentos sejam executados de maneira correta. Assim, a Enfermagem traz o curso de hemodiálise, que figura como um importante conhecimento para a formação. Continue a leitura e saiba mais sobre o curso!

O que é a hemodiálise?

Antes de tudo, abordaremos brevemente sobre o que representa o tratamento em questão. Como dito, a função dos rins é promover a filtração do sangue e eliminar aquelas substâncias tóxicas para o organismo.

A doença renal crônica consiste na deterioração lenta e progressiva da função referida, ocasionando, consequentemente, a retenção das substâncias prejudiciais ao ser humano.

Dessa forma, é preciso buscar maneiras funcionais para a substituição dos rins. Existem 3 opções de tratamento para o caso:

  • hemodiálise: um equipamento realiza a filtração sanguínea em ambiente extracorpóreo.
  • diálise peritoneal: por meio de um cateter na barriga é introduzido um líquido que, devido à osmose, elimina substâncias ao ser retirado da cavidade.
  • transplante: os rins transplantados podem ser provenientes de pacientes vivos ou que já foram a óbito.

Qual a importância da qualificação profissional?

A hemodiálise representa um tratamento desgastante, que pode impactar em diferentes aspectos do paciente, incluindo o social. Porém, é essencial para a sua saúde e os profissionais envolvidos devem proporcionar uma melhor experiência para o paciente.

Por muito tempo, a figura do médico era associada ao papel central da equipe na hemodiálise. Com o passar dos anos a enfermagem se mostrou fundamental para o sucesso do tratamento.

Atualmente, a prescrição dos parâmetros é realizada, de fato, pelo médico. Porém, a equipe envolvida é multiprofissional, contando com enfermeiros e técnicos em enfermagem para realização dos procedimentos.

Para tais profissionais, são atribuídas algumas tarefas, como a elaboração de escalas nos equipamentos, bem como a operação dos mesmos. Além disso, devem estar atentos com o controle de materiais e a conservação do ambiente.

Devem prezar, ainda, por dois aspectos importantes. O primeiro deles é o cumprimento das normas de biossegurança, protegendo a integridade da equipe e dos próprios pacientes.

E, por fim, o segundo deles consiste no tratamento humanizado, reforçando a busca por oferecer os melhores cuidados e a assistência de qualidade para aqueles que necessitam da hemodiálise.

O que é abordado no curso de hemodiálise?

Agora que você já sabe o que é hemodiálise e qual o papel dos profissionais nessa prática, levantaremos algumas questões associadas aos conceitos abordados durante o curso.

Nesse momento, reforçamos o caráter teórico e prático da metodologia de ensino. A princípio, o profissional será melhor instruído acerca das doenças renais crônicas e dos tipos de tratamento para a comorbidade.

Posteriormente, as questões abordadas serão mais específicas da hemodiálise e todas as etapas que compõem o tratamento.

A primeira etapa do processo está vinculada ao médico, o qual avalia o paciente e faz a definição dos parâmetros que serão utilizados naquela sessão do tratamento.

A enfermagem, então, realiza os devidos preparos para início da diálise. Tais preparos envolvem os seguintes aspectos:

  • ambiente;
  • água a ser utilizada;
  • maquinaria de filtração;
  • materiais necessários;
  • adequação para necessidades do paciente.

O que é feito no preparo?

Diante dos tópicos levantados anteriormente, é preciso esclarecer o que é envolvido em alguns deles.

O preparo do sistema consiste em ligar a máquina e checar o seu funcionamento, bem como o valor de condutividade e a temperatura. Posteriormente, há o preenchimento das câmaras com solução salina e a checagem dos sistemas de remoção envolvidos.

Já o preparo do paciente requer, antes de tudo, a confirmação dos dados de identificação. Em seguida, são verificados os sinais vitais e o seu peso. Feito isso, há a higienização das vias de acesso e a acomodação do indivíduo.

Após o preparo, quais são as etapas do processo?

Uma vez realizados os preparos acima, o paciente será, de fato, instalado no local da diálise. Há, portanto, a punção da fístula e posicionamento dos cateteres. Depois disso, se necessário, são coletados materiais para exames e feita a anticoagulação.

Posteriormente, é feita a conexão da linha arterial e venosa às suas respectivas vias. Por fim, a bomba de sangue é ligada e o profissional fica encarregado de monitorar todo o processo.

Para finalizar, é necessária novamente a verificação dos sinais vitais e do peso do paciente. A bomba de sangue é desligada e o conteúdo do segmento pré-bomba é devolvido.

Por fim, se preciso for, há a administração de medicamentos e coleta de materiais para exames. Os materiais e equipamentos devem ser desconectados do paciente e é feita a hemostasia com gaze.

O técnico em enfermagem finaliza o processo repassando as orientações necessárias ao paciente.

Como a Escola da Paz contribui para a formação?

Escola da Paz oferece formações relacionadas à área da saúde. O curso de hemodiálise é disponibilizado pela escola, tendo como requisito o aluno ser técnico em enfermagem formado.

Caso você não tenha essa formação, não se preocupe! A Escola da Paz também tem esse curso, sendo ele fundamental para iniciar a carreira profissionalizante na área.

A duração do curso de hemodiálise é de aproximadamente 2 meses, compreendendo nesse período os aspectos teóricos e práticos da formação. Ao todo, a duração é de 160 horas.

As aulas teóricas acontecem de segunda-feira a quinta-feira, no turno disponível, de acordo com a turma. Já o estágio supervisionado pode ser acordado com o professor responsável. Os grupos são compostos por, no máximo, 5 pessoas.

Com esse artigo, procuramos esclarecer sobre um dos tratamentos mais utilizados nos casos de doença renal crônica. Para que ele seja bem-sucedido é de suma importância que o profissional tenha uma formação adequada, necessitando, portanto, de um curso de hemodiálise.

Tem interesse em aprimorar os seus conhecimentos na área? Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais sobre os cursos oferecidos pela Escola da Paz!

Comentários

Posts Relacionados